O Serviço de Urgência Central

O Serviço de Urgência Central tem vindo continuamente a sofrer processos de melhoria e de optimização, mesmo dentro das condicionantes apresentadas pelo próprio Serviço. Estamos a falar de um Serviço difícil, com uma enormíssima afluência de utentes e uma espécie de “porta de entrada” do Hospital de Santa Maria.
Nesta época do ano (Estação do Inverno), o número de doentes que diariamente acorrem a este Serviço chega a ultrapassar os seiscentos, número francamente excessivo para a nossa capacidade de resposta, o que provoca um natural cansaço e muitas vezes alguma desmotivação junto dos profissionais e um compreensível mal-estar por parte dos doentes. Ora, com o objectivo de melhorar desempenhos, profissionalizar práticas e dar resposta mais atempada, introduzimos, a partir de Fevereiro (2008), uma Equipa Fixa durante os cinco dias úteis da semana, entre as 8 e as 20 horas (anteriormente funcionava entre as 8 e as 14 horas). Isto permite que nesse período, a grande maioria dos médicos das várias especialidades sejam libertados da Urgência Central durante o período de funcionamento normal dos dois hospitais, e responderem às actividades normais de consultas; técnicas de diagnóstico; apoio ao internamento, etc. Esta Equipa Fixa conta com médicos da especialidade de Medicina Interna dos dois Hospitais (Hospital de Santa Maria e Hospital Pulido Valente), assim como com clínicos de outras especialidades médicas do mesmo modo afectos às duas Unidades Hospitalares, e ainda com médicos que não pertencendo ao Centro Hospitalar Lisboa Norte, foram recrutados no exterior para integrarem a Equipa Fixa do Serviço de Urgência Central do Hospital de Santa Maria. Com esta medida só temos necessidade de mobilizar médicos do CHLN para o Serviço de Urgência durante os períodos nocturnos e fins-de-semana. Este foi um passo muito importante no sentido de criar uma equipa dedicada, à qual será ministrada formação continuada e capaz de responder com mais eficácia às necessidades do Serviço de Urgência.
Esta dedicação acabará por criar protocolos e procedimentos que se reflectirão na optimização de recursos com as consequentes melhorias de atendimento dos doentes.
Este novo modelo, que foi iniciado no dia 1 de Fevereiro de 2008, pese embora com um número de recursos médicos ainda muito aquém do desejável, já permitiu reduzir o tempo de espera para atendimento dos doentes, situação que me apraz referir e enaltecer o empenho de todos os profissionais. Com a entrada de novos elementos, o que está previsto acontecer a partir de Março/Abril, vamos conseguir melhorar significativamente as respostas a este grande desiderato.
Será de sublinhar também que as obras reformadoras das instalações do Serviço de Urgência Central, previstas para o corrente ano (2008), serão mais um garante da qualidade e humanização dos cuidados de saúde prestados pelo Centro Hospitalar Lisboa Norte.
Atendendo a que o Serviço de Urgência Central envolve várias especialidades médicas, estamos na fase de ultimação do layout dessa remodelação e a coordenar as várias opiniões no sentido de erguermos uma obra que responda às necessidades da Urgência Central do Centro Hospitalar Lisboa Norte.
Temos que reconhecer que estes processos não são tão céleres como seria desejável, mas a delicadeza de um projecto desta envergadura obedece à auscultação dos muitos profissionais envolvidos. Com a experiência e o contributo de todos, apresentaremos um plano para a criação de um Serviço de Urgência que seja reconhecido como uma referência do Centro Hospitalar Lisboa Norte.


ALERT ER

O Alert ER é um sistema que, há sensivelmente ano e meio, está a funcionar no Serviço de Urgência Central, com uma utilização transversal a todo o Serviço. Esta é uma ferramenta informática muito importante. Sem ser um sistema ideal, porque esses não existem, representa todavia um inquestionável upgrade que veio melhorar significativamente a circulação e a forma de tratamento do doente no Serviço de Urgência. Hoje é um instrumento de trabalho que ninguém pode nem quer evitar, isto porque se tornou indispensável.
Todos os profissionais reconhecem a mais-valia que representa o Alert ER para o Serviço de Urgência Central do Centro Hospitalar Lisboa Norte.





Remodelação do Serviço de Urgência Central

...

O plano de obras de remodelação do Serviço de Urgência Central tem por objectivos melhorar a acessibilidade, os circuitos e as condições de atendimento dos doentes, por outro lado pretende-se ainda garantir melhores condições de trabalho e segurança dos profissionais.

...

Para a obtenção destes objectivos propõe-se:

  • Aumento do número de postos de triagem;
  • Criação de uma área independente para atendimento Verde;
  • Aumento do número de postos de observação Amarelo;
  • Criação de um espaço para atendimento dos doentes de Oftalmologia;
  • Criação de um espaço para atendimento dos doentes de Otorrinolaringologia;
  • Redimensionamento do espaço da Sala de Colheitas;
  • Aumento da capacidade da Sala de Tratamento 2;
  • Criação de gabinete para o Serviço Social;
  • Individualização das Salas de Espera de acordo com a classificação da triagem;
  • Individualização dos circuitos dos doentes de acordo com a classificação da triagem;

O início das obras está previsto para Junho de 2008, decorrendo de forma faseada.

...



...



...



Nova Sala de Espera do Serviço de Urgência Central

...

Dentro da política de melhoramento da infra-estrutura hospitalar, na qual se coloca um grande enfoque na cultura de valorização da qualidade, a sala de espera para a Triagem do Serviço de Urgência Central, foi alvo de uma intervenção estética-funcional, no sentido de a tornar mais confortável e luminosa.

...

Com as obras de pintura, que decorreram entre o Natal e o Ano Novo de 2007, foi dado mais um contributo para a construção e manutenção de uma nova “face” do atendimento ao público, tornando-o mais humanizado e valorizando, cada vez mais, o respeito e a dignidade dos utentes do Hospital de Santa Maria, EPE.

...

...

Novos Gabinetes de Apoio ao Serviço de Urgência Central

Pavilhão onde estão instalados os dois novos gabinetes de consulta de apoio à Urgência

O Serviço de Urgência Central do Hospital de Santa Maria, conta, a partir de hoje, 16 de Julho de 2007, com o apoio de mais dois gabinetes de consulta e uma sala de tratamentos.

Aspecto de um dos novos gabinetes de apoio ao Serviço de Urgência

Sobre esta nova zona de apoio, localizada no pavilhão anexo à Urgência, falou-nos o Prof. Doutor Jacinto Monteiro, Director do Serviço de Urgência: «Estes dois gabinetes agora criados visam apoiar a Urgência Central. Para esta zona serão encaminhados os doentes menos graves, e desta forma vamos tentar evitar a aglomeração de pessoas no espaço físico da Urgência. Depois de passarem pela triagem, os doentes “verdes” serão aqui medicados e tratados, e sempre que se justifique são referenciados para uma consulta externa ou para uma consulta no Centro de Saúde. De momento foi a solução encontrada para respondermos com mais celeridade ao atendimento de doentes e uma forma de se evitar acumulação de pessoas».

O Prof. Doutor Jacinto Monteiro, Director do Serviço de Urgência, informou-nos que os novos gabinetes de apoio à Urgência, numa primeira fase a funcionar no período da tarde, serão abertos sempre que se verifiquem grandes afluxos de doentes no espaço do Serviço de Urgência

Com a presença de dois médicos e uma enfermeira circulante, a nova zona de apoio funcionará, numa primeira fase, no período da tarde, no entanto, e segundo o Prof. Doutor Jacinto Monteiro, será aberto sempre que verifique um maior afluxo de doentes ao Serviço de Urgência.

Texto de: Carlos Gamito